terça-feira, 1 de junho de 2010

No filme das férias de outra pessoa

panama surreal

No Domingo passado queríamos ir visitar o Canal, mais concretamente as eclusas de Miraflores, mas enganámo-nos no caminho, atravessámos a Ponte das Américas e fomos parar ao meio da selva. Não selva urbana; selva da verdadeira. Da estradeca, entalada entre verde e mar, víamos pássaros exóticos a voar (vi um tucano!) e botecos à beira-mar a prometer peixes e mariscos de comer e chorar por mais.

Parámos num e entrámos num mundo paralelo: uma experiência surrealista proporcionada pelo sol a pique, um mar azul a perder de vista, ilhotas no horizonte e gente a dançar no meio das mesas ao som dos ritmos caribenhos que cá se ouvem, de preferência a todo o decibel.

O ceviche de polvo, esse, estava óptimo.

2 comentários:

vmbm78 disse...

Um dia quero perder-me assim. LOL!!
Tiraste fotografias?

Billy disse...

Do tucano não! Foi mais rápido que a sua própria sombra. ;)