segunda-feira, 23 de maio de 2011

Um ano no Panamá

Ontem, Domingo, 22 de Maio, celebrámos o primeiro aniversário da nossa vinda para o Panamá. Como o primeiro ano numa cidade nova é sempre o mais difícil, é com muita alegria que celebramos esta data e o facto de a pior parte da adaptação já ter ficado para trás.

Para celebrar, deixo aqui uma selecção de imagens do ano que passou.

Maio de 2010, ainda na Argentina
Ainda na Argentina, com caixotes até ao tecto e burocracia aduaneira pelos cabelos. Cada folha pintada que tinha em casa foi fotografada, catalogada, enviada para a alfândega, processada e só depois embalada.

Maio de 2010, já no Panamá
Na Argentina estava a ficar frio; no Panamá, não. Esta é a vista do nosso apartamento temporário, num raro momento em que o sol brilhou.

Junho de 2010
Em plena loucura mundialística, a nossa bandeira aparecia aqui e ali.

Julho de 2010
Se há coisa com que estou particularmente feliz no Panamá é com a comida. É deliciosa, fresca e variada.

Agosto de 2010
Em Agosto mudámo-nos para a nova casa, ainda sem móveis. Cá do cimo do 49.º andar, as trovoadas acontecem não acima, mas ao lado.

Setembro de 2010
Dia 30 de Setembro chegaram, finalmente, os nossos caixotes.

Outubro de 2010
No dia 10 de Outubro inaugurámos oficialmente a nossa casa, com um brunch na varanda.

Novembro de 2010
Em Novembro, viajámos a Pedasí com um grupo de amigos portugueses.

Dezembro de 2010
O Natal é festa maior no Panamá. À falta do frio do imaginário da época, constroem-se grandes bonecos de gosto duvidoso na zona da Cinta Costera.

Janeiro de 2011
Em Janeiro, houve quem celebrasse o "Verão" (a estação seca, maravilhosa) com uns passinhos hesitantes na pista de gelo montada no centro comercial. De novo: à falta de frio, inventa-se!

Fevereiro de 2011
Em Fevereiro, celebrei o meu aniversário em excelente companhia. No meu dia de anos fizemos um piquenique em San Blás.

Março de 2011
Em Março, participei no vol. 5 da Pecha Kucha Night Panamá. Falei, durante seis minutos e tal, sobre a zine.

Abril de 2010
Em Abril, bordei a zine com muito afã. O resultado está aqui.

Maio de 2011
E aqui estamos de novo em Maio, um ano depois da chegada, em plena estação das chuvas.

Venha o segundo ano!

6 comentários:

Ahimsa disse...

Muitos parabéns!

Que este ano mobilado, vos corra de vento em popa! Eu por mim, continuo a somar cabazes de natal, mas enfim... como aprendi contigo... «é a vida menina...»

Namaste!

Anónimo disse...

É verdade: hoje, no nosso blogue familiar, onde houve mais uma vez alterações, fui ver posts antigos e descobri que tinham feito ontem um ano de Panamá.
Agora venho ver o teu blogue e fizeste um post espectacular!
E eu tenho muito orgulho de ter feito parte dele, num determinado mês.
Que o segundo seja ainda melhor que o primeiro!
Bjs
M

Billy disse...

Obrigada e obrigada! Ahimsa, junto ao "é a vida, menina, o que é que se há-de fazer?" tens o "sorri sempre". :) M, pois que cá estamos à vossa espera para mais uma visita. Agora já conhecemos mais uns quantos sítios giros aonde vos podemos levar.

Tenho a certeza de que o segundo ano vai ser melhor!

Alexandra Durão disse...

E se o ano que passou foi bom, o que está para vir será ainda melhor, com imagens tão bonitas o pensamento só pode ser positivo! :-)

Anónimo disse...

Olá!Somos duas pequeninas fãs da zine.Gostámos muito de ver este relato do 1º ano no Panamá.Brevemente vamos fazer trabalhos com as zines.Depois damos notícias.
Beijinhos da Mena e Teresinha

Billy disse...

Obrigada, Alexandra! Também estou confiante. O primeiro ano é sempre tão difícil... uf, ainda bem que já passou!

Mena e Teresinha, obrigada pelo vosso comentário! Fico muito contente por saber que gostam da zine, a próxima vai ser uma maluquice. :) Beijinhos.