segunda-feira, 23 de junho de 2008

Pé-de-moleque

Na revista da companhia aérea em que viajámos vinha um artigo sobre o "pé-de-moleque". Eu nunca na vida iria adivinhar o que era, nem vendo a lista de ingredientes (certo, poderia desconfiar, mas certezas não teria): raspadura, amendoim e mais qualquer coisa que não recordo. Felizmente havia fotografia.

Ora bem, agora enuncio os ingredientes em português lusitano: mel e amendoim (e talvez mais qualquer coisa mas realmente não sei).

Mais dicas: em Lisboa, como este doce na Feira do Livro, subindo e descendo os passeios do Parque Eduardo VII. Ainda não? Hmmm... comê-lo é uma prova de resistência dentária - e é certo que alguma pelinha do amendoim fica agarrada aos dentes.

Ainda não? Ora bolas, é o nosso nougat!!!! (e digo esta palavra francesa bem à portuguesa: "nôgá")

O que é curioso nisto tudo é que já tinha tentado explicar à minha amiga carioca o que é que era típico em Portugal nesta altura do ano, a par da sardinha assada e do cheiro a manjerico. Com nougat não chegámos lá. Agora já sei que o pé-de-moleque é típico das festas juninas (a que nós chamamos "os Santos") e que tem variações conforme a zona do Brasil em questão.

Afinal sempre se aprendem coisas novas nas revistas de avião!

4 comentários:

mariana.santos.ramos disse...

"Pé-de-moleque", então? Curioso...
Qual será a razão para tal denominação? Ainda se fosse "quebra-dentes"...
Bom, a verdade é que agora já podes dizer à Fernanda o que é que costumas comer na feira do livro, etc, etc...

Bau disse...

O, podias ter perguntado a expert em assuntos Brasileiros... Eu sabia o que e pe-de-moleque!
Agora tens de descobrir o que e canjica!

Billy disse...

Ó Bau, que queres, se actualizasses o Pulo talvez eu me lembrasse de que és a especialista em assuntos brasileiros da família! Não actualizas! (lê este "não actualizas" como se fosse "ninguém explica!")

pnramos disse...

O Pé-de-Moleque brasileiro é diferente do nougat. Eu vivi três anos no Brasil e fiquei um fã incondicional do Pé-de-Moleque. Já adorava nougat, mas garanto-vos que é bem diferente. È claro qte tem muitas semelhanças, mas é como comparar um donuts industrial com uma boa bola de berlim