quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Buenos Aires multi-cultural

Buenos Aires é uma grande cidade e é uma cidade imigrantes. É certo que as grandes ondas de imigração têm vindo a mudar conforme o contexto internacional, mas a verdade é que o resultado de toda essa imigração é uma cidade multi-cultural onde se celebram festas cristãs, judaicas, muçulmanas e também locais (nas tradições mistas do culto à Pachamama, muito mescladas com os ritos católicos).

Ontem foi o Ano Novo Judeu. Qual, não faço ideia, realmente não estou dentro do assunto. Hoje, vi o seguinte cartaz na rua, a celebrar o Ramadão:



Lisboa não tem o tamanho de Buenos Aires, mas talvez a variedade de tradições já requeira uma abertura maior que aquela que há (pelo menos, que havia quando me vim embora) e que praticamente se restringe às celebrações cristãs ortodoxas. É um bom começo, mas é preciso fazer mais.

1 comentário:

Laura disse...

Lamentablemente la multiculturalidad ha traido otras facetas mas desagradables del asunto. Desde aquellos atentados a entidades judías en Buenos Aires también ha dado paso a la desconfianza hacia los árabes.
También las situaciones desagradables hacia los inmigrantes de otros países de América Latina que parecen olvidar que sus padres y abuelos vinieron con las mismas ilusiones y ganas de trabajar.
En mi familia hay un poco de todo, belgas, franceses, españoles, algunos árabes, mi esposo tiene mezcla indígena, mi mejor amigo es judío... todavía tengo esperanzas de que todos podamos convivir sanamente en esta hermosa Argentina.